terça-feira, 25 de novembro de 2014

amor na palma da mão

terça-feira, 25 de novembro de 2014
Hoje é o dia internacional pela eliminação da violência contra as mulheres e, por isso, deixo aqui um pequeno poema em memória às mulheres que deixaram de acreditar no último suspiro de vida e às mulheres que sofrem de violência doméstica.



Hoje nua me sinto
livre da liberdade
Sinto-me aberta para ti
e dispus-me a entregar-me…
por amor.
Presa à tristeza
Encurralada no silêncio
Não me expresso
E o meu corpo não reage
habituou-se ao amor da palma da tua mão.

Mulher de corpo negro sou
marcado pelo amor da sua mão
submeti-me aos seus pecados…
por amor.
Deixei de me adorar
Valorizar
Falar
E hoje, hoje…
as únicas palavras que de mim saem
Vão junto com as lágrimas.

Porque eu o amo,
Porque ele é o grande amor da minha vida,
Porque foi ele que escolhi,
Porque ainda olho para trás
E vejo-o a voltar,
E quando ele regressar eu estarei morta
Serei uma semente que não renasce
Serei apenas outono
que tirou as flores de abril
que tirou o sol de junho.

Meu amor, eu quero ir para o céu,
Porque lá…
lá eu posso amar-te eternamente,
amar o carinho perdido nas tuas mãos.


índia

Sem comentários:

Enviar um comentário

Indian Label © 2014